em
html5

HTML 5 + XML = XHTML 5

Tradução do artigo original de Bruce Lawson: HTML 5 + XML = XHTML 5

Eu gosto da sintaxe do XHTML. É assim que eu aprendi. Estou acostumado a escrever código em letras minúsculas, os atributos citados e as barras finais em elementos como br e img. Fazem-me sentir confortável e agradável como um copo de Ovomaltine e The Evil Dead na televisão.

Mas você não pode. Você pode querer usar Tags maiúsculas, código sem barras, atributos sem aspas. E, no HTML5 você pode.

Graças ao princípio “pave the cowpaths” (Que traduzindo ao pé da letra seria: Preparar o caminho para as vacas), tudo depende de você. Como você gosta. O que você quiser, como quiser.

Não deixe que lhe digam que o HTML5 irá matar o XML – conheça o XHTML5.

XHTML5 é a serialização XML do HTML5, e como seria de imaginar, ele possui todas as regras mais rigorosas de análise que você esperaria (e se está acostumado, como eu, com os DOCTYPES XHTML). Deve ser servido com um MIME Type XML como application/xml ou application/xhtml+xml (O Internet Explorer não o interpretará no atual momento) e irá acusar um sutíl erro em um código bem formado (Veja “Servindo XHTML com o MIME Type correto” para mais informações).

As regras habituais do XML se aplicam: document.write não é permitido, DOCTYPE não é obrigatório, algumas diferenças na sintaxe e script e você pode usar namespaces.

As diferenças principais estão listadas no Wiki do oficial do WHATWG, “Diferenças entre HTML e XHTML“. Também é possível escrever documentos poliglotas que podem ser processados por todos os navegadores, dependendo do MIME Type utilizado.

Magne enviou um e-mail para o html5doctor.com perguntando: “É correto utilizar tags do HTML5 em uma página com o DOCTYPE de XHTML 1.1? Qual devo usar? Qual a recomendação por hora?”.

Se deseja utilizar as novas características, você precisa usar um DOCTYPE HTML5 ou XHTML 5. Devido ao Internet Explorer não poder processar XML, por razões pragmáticas nós do HTML5 Doctor recomendamos utilizar HTML5.

Comentários

  1. Também fui “criado” no xHTML. E particulamente, prefiro escrever em xHTML do que HTML. Deve ser coisa de quem é perfeccionista, mas eu gosto.
    E eu torço que haja uma “aceitação” por parte de todos os navegadores em aceitar o tal do xHTML 5.
    Seria ótimo.

    Valeu Pedro.

    por André D. Molin Responder
  2. Prefiro o XHTML.

    por Alexsandro Responder
  3. Também só consigo escrever o HTML com as regras do XHTML. Não suporto em ver elementos e atributos escrito em maiúsculas, os valores dos atributos sem aspas envolvente, tags órgãos sem fechamento e por aí vai.

    Seria muito mais fácil a união das duas, ou melhor, que o HTML5 adquirisse os padrões de escrita do XHTML.

    Tornaria tudo mais “profissional” e deixaria de ser essa bagunça que se vê no HTML.

    por Trambulhao — Responder
  4. Com certeza o desenvolvimento em XHTML fica muito mais profissional e legível, acho que nem deveria existir o HTML normal, só o XHTML.

    por Osmar Alves — Responder
  5. Este tipo de post falando sobre HTML5 deveria ser apenas informativo. Acho que W3C deixa bem claro quando diz: “Note: HTML 5 is not a W3C recommendation yet!”

    Brinquem… brinquem, divirtam-se! Nada pode ser muito profissional até o momento.

    por Alex Batista — Responder
  6. Estou iniciando com HTML, preciso do socorro sobre inicio dos estudos , voces sabem um SITE na internet onde eu consigo alguma coisa sobre HTML?.
    Consegui digitar um teste no WORD PAde como faço para executar esse codigo no Internet explorer ?

    por carivaldo — Responder
    1. Fácil: http://lmgtfy.com/?q=tutorial+comecando+com+html

      por Fernando — Responder
  7. Pingback: HTML 5 + XML = XHTML 5 « Web HTML 5 Magazine

  8. Pingback: HTML 5 + XML = XHTML 5 | Docteur HTML5

  9. Acho que o xHTML deveria ser uma linguagem padrão ao contrário do HTML.
    Acho que deveria existir o xCSS também, tornando os padrões mais rigorosos…

    por Raphael — Responder
  10. O XHTML deveria ser padrão, pois tem uma semântica muito mais coerente do que em HTML. O HTML foi a primeira linguagem de marcação da história da web. Foi bom enquanto durou… Aprendi o HTML quase no início da Internet aqui no Brasil, anos mais tarde migrei para XHTML, onde utilizo até hoje. Mais o HTML 5 vem com força total, prometendo dar vida nova a web. Acho que toda evolução é bem vinda.

    por Leandro Sciola — Responder
  11. Pingback: Documentos poliglotas com XHTML5 | Tableless

  12. Sinceramente, existe algo melhor que HTML5?

    por Consultoria SEO Responder
  13. Pingback: Documentos poliglotas com XHTML5 - Natã Torelli

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>